blog

Saiba como a corrida pode ajudar na cura da depressão

A depressão é um estado de adoecimento psíquico que leva a uma alteração do estado de humor do diagnosticado, seus familiares e pessoas próximas. A pessoa doente apresenta dificuldades nos aspectos sociais, ocupacionais e comportamentais, que pode se manifestar em episódios depressivos sejam eles isolados ou recorrentes.

Descubra seis benefícios da corrida na cura da depressão

1 - Dentre os benefícios psicológicos pode-se citar o AUMENTO DO FOCO, da atenção e da concentração - o que permite melhor raciocínio em situações de tomada de decisão

2 - Melhora a aceitação da imagem e ELEVA A AUTOESTIMA

3 - Promove uma melhora nas RELAÇÕES INTERPESSOAIS

4 - Reduz os níveis de ESTRESSE e ANSIEDADE, mas a prática física da corrida não substitui acompanhamento profissional, mas permite a melhora dos sintomas físicos e emocionais da depressão e é grande aliada para o tratamento da depressão

5 - A corrida trabalha questões hormonais promovendo um AUMENTO na produção de SEROTONINA, DOPAMINA e NORADRENALINA durante e após a prática física. Permitindo um fenômeno psíquico que vem sendo chamado de “clareza cognitiva posterior”

6 - Um estudo feito em 2010, mostrou que este fenômeno acontece após uma atividade física AERÓBIA, sendo aquela sensação de renovação mental que sentimos após a atividade. Isso acontece, pois a corrida ou qualquer outra atividade aeróbia, estimula a produção de novos neurônios e estes melhoram a memória, concentração, foco e decisões.

Causas

A depressão pode ter causa exógena (variáveis do meio sócio relacional) ou endógena (variáveis bioquímicas e fisiológicas). No caso de causa endógena, a pessoa pode ser tratada com medicamentos e psicoterapia. Já na causa exógena, dependendo do contexto e sintomas, pode se perceber melhora com o uso de terapias alternativas.

Tratamentos

Indo além do convencional – medicação e psicoterapia – também é indicado a prática de esportes físicos com o objetivo de proporcionar benefícios físicos e mentais. “Evite também o uso de substâncias psicoativas como medicações controladas, consumo de álcool e drogas. Elas podem favorecer ou até aumentar os sintomas depressivos”, explica a psicóloga.

Gostou? Não se esqueça de compartilhar com seus amigos para que eles também conheçam os benefícios de se manter sempre ativo! 😉

Fonte: Priscilla Gianneschi Navarro, formada em Psicologia do Esporte e do Exercício pela Universidade Guarulhos. Link

TOP